Veja as vantagens de usar cinta no pós-parto

3 minutos para ler

A cinta no pós-parto é indicada por muitos especialistas, já que auxilia na reorganização dos órgãos da mulher (pois eles mudam de posição durante gravidez), diminuem o inchaço, especialmente se tiver sido realizada uma cesárea, e ainda melhoram a silhueta!

No entanto, recomendamos sempre que a mamãe converse com o obstetra a respeito do uso da cinta, pois só ele poderá indicar a necessidade e se há algum perigo de formação de líquido na região do corte da cesariana, chamado de seroma. Além disso, se o uso for indicado, o médico prescreverá o mínimo e máximo de horas para a cinta ser usada e por quantos meses.

Quer saber mais sobre o uso de cinta pós-parto? Então, continue a leitura!

Quais são os modelos de cinta pós-parto?

Existem alguns modelos diferentes de cintas pós-parto no mercado, devendo a mulher perguntar para seu médico qual o mais indicado para seu caso. Veja abaixo alguns deles.

Cinta pós-parto tipo body

Esse modelo é aquele que cobre a parte do tronco inteiro, servindo como calcinha e sutiã ao mesmo tempo e dando à mulher maior sensação de segurança. Além disso, também tem abertura na área dos seios para a amamentação e colchetes na parte de baixo, não sendo necessário tirar a peça inteira quando for ao banheiro.

Cinta pós-parto Sling U

Esse é o tipo de cinta mais básico, parecendo uma calcinha de cintura alta, porém com mais poder de compressão. Costumam ser sem costuras e com reforço na parte do abdômen.

Cinta pós-parto corset

Como o próprio nome diz, o modelo se assemelha a um corset, com fecho de colchetes na lateral de três regulagens. A diferença é que, além de não haver barbatanas nem o fecho frontal, os colchetes são todos forrados, de modo que não entrem em contato com a pele.

Quais são os benefícios da utilização das cintas durante o período pós-parto?

As vantagens em utilizar as cintas pós-parto são muitas, mas, como dito na introdução deste artigo, é sempre recomendado que a mulher peça orientações para o seu médico, já que, em alguns casos, o uso é contraindicado.

Veja abaixo alguns dos principais benefícios:

  • auxilia para alguns órgãos voltarem à sua posição natural, pois eles podem mudar de lugar conforme o crescimento do bebê na barriga da mãe;
  • ajuda o útero a voltar ao seu tamanho fisiológico, pois ele se expande muito durante a gravidez;
  • melhora dores na coluna que acontecem devido ao enfraquecimento dos músculos abdominais;
  • contribui para a autoestima da mulher, deixando sua silhueta mais bonita;
  • ajuda a mulher a se sentir mais segura para se movimentar e realizar as atividades do dia a dia.

Como visto, utilizar cinta no pós-parto pode ser de grande valia e ajuda a mulher em diversos aspectos, não apenas no físico, como muitos acreditavam. É importante, contudo, comprar cintas fabricadas com tecidos adequados e em estabelecimentos que garantam a qualidade de seus produtos, como a GraviDicas Store.

E então, gostou do artigo? Aproveite e veja nossas opções de cinta pós-parto e os diferenciais dos nossos produtos!

Você também pode gostar

Deixe um comentário